Nice warm interior of mountain wooden lodge bedroom. Fox Glacier Lodge, Fox Glacier, West Coast, South Island, New Zealand.

 

Em anos recentes o setor hoteleiro tem crescido, mas também alterado os contornos da sua atividade. Os dados recentes avançados pela Pordata, referentes ao número de estabelecimentos hoteleiros em Portugal, dão azo a duas conclusões importantes acerca do panorama atual do setor.

Por um lado, é notório o crescimento de estabelecimentos hoteleiros entre 2014 e 2015 (os anos mais recentes com contagem disponível), tendo nascido mais de 300 unidades hoteleiras neste período. É o maior aumento desde que estes dados são registados, um recorde que indica que o setor do turismo está em franca expansão, afetando de forma positiva a estabilidade económica do nosso país.


É notório o crescimento de estabelecimentos hoteleiros entre 2014 e 2015, tendo nascido mais de 300 unidades hoteleiras neste período.

 
 

Neste momento estão contabilizados 3.041 estabelecimentos hoteleiros, face aos 2.695 da contagem anterior. Destes, 1.164 são hotéis, uma tipologia importante não só pela capacidade mas também pela segmentação do mercado que proporciona. Os dados recolhidos apontam também para o decréscimo de algumas tipologias, tais como as pensões, os hotéis-apartamentos e aldeamentos turísticos.

Por outro lado, existe um acréscimo bastante significativo de infraestruturas ligadas ao turismo que não são categorizadas como estabelecimentos hoteleiros, nomeadamente turismo de habitação ou turismo em espaço rural, que mais do que compensam as perdas registadas nas tipologias com classificação de estabelecimento hoteleiro. Desta forma, e com a criação de 445 novos estabelecimentos destas categorias, contam-se agora em Portugal 1.298 infraestruturas novas, sendo as casas de campo e as de agroturismo as que mais se destacam. Estamos assim perante uma mudança do modelo de turismo, mais vocacionado para o contacto com a natureza, que descentraliza o afluxo de turistas das três regiões clássicas do turismo português: Lisboa, Porto e Algarve.

 
 

Quer com o aparecimento de novas unidades hoteleiras, como com a renovação de muitas outras, assiste-se a um período positivo no setor, potenciado por soluções inovadoras que cativam os visitantes e aumentam as probabilidades do seu regresso a médio e longo prazo.

 

O que é

Send this to friend